quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Receitas televisivas douradas


«As contas são fáceis de fazer: €40 milhões a dividir por 15 jogos em casa dá €2,7 milhões por jogo. Refira-se que em Portugal nunca se pagou um quinto deste valor por um jogo de futebol. E é por isto que as contas têm de ser feitas de outra forma: Miguel Pais do Amaral - que terá a apoiá-lo o milionário norte-americano Nicolas Berggruen, um dos homens mais ricos do mundo - quer usar os jogos do Benfica em casa como âncora para um novo canal desportivo por subscrição. O acordo inicia-se a partir de 2013 e inclui os jogos em casa e prevê o direito de preferência sobre todos os encontros particulares e de pré-eliminatórias das competições europeias.

(...) Este complexo negócio dá ao Benfica uma enorme vantagem sobre os clubes rivais. 40 milhões é um valor astronómico, quando comparado com os atuais €8,6 milhões que o emblema lisboeta recebe por época. Em apenas três épocas (de 2013 a 2016) o Benfica assegura o encaixe de €120 milhões.

A Olivedesportos mantém o direito de preferência sobre as transmissões televisivas dos jogos do Benfica, pelo que tem a última palavra a dizer sobre este negócio - mas, se quiser manter-se na corrida, tem de 'bater' os tais 40 milhões. Atentos ao que se passa estarão Sporting e FC Porto, que renovaram com a Olivedesportos até 2018: os leões recebem €13,5 milhões por época e já têm em mãos uma pequena parte da receita total; os dragões, €10,4 milhões até 2013/2014 e €20,4 milhões daí em diante. Refira-se que, no contrato celebrado entre os portistas e Oliveira, está prevista uma cláusula em como o clube nortenho recebe 80% do valor pago ao Benfica.»

fonte: jornal Expresso

Se a Olivedesportos cobrir a proposta de Pais do Amaral, o Porto passa a receber mais... graças ao Benfica...

Também Pode Gostar

Blog Widget by LinkWithin