sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Ninguém oferece um bilhete a este Benfiquista?


Luís Miguel Menoito, de apenas 10 anos, é um pequeno herói no Barreiro. A mãe, Maria, de 51 anos, é epiléptica e quem a socorre, há três anos, é o pequeno Luís. (….) A onda de solidariedade arranjou roupa e alimentos para os dois e permitiu à corporação conhecer melhor o pequeno Luís. Aluno na 3.ª classe, adora brincar, como qualquer criança. Gosta do Lego e do Homem-Aranha, mas a maior paixão do Luís... é o Benfica! «É assim desde pequeno. Chega a dormir com o equipamento completo do Benfica. Ainda o tentaram mudar para o Sporting, mas nada feito...», sorri a mãe. 

O quarto de Luís Menoito está forrado com tudo o que é Benfica - tem fotos de jogadores, cromos e bonecos. «Tenho quatro camisolas, três calções e um par de meias», afirma, orgulhoso. O jogador preferido é Carlos Martins, emprestado ao Granada. «Também gosto do Ronaldo, do Figo, do Fábio Coentrão e do Aimar»,confessa, apontado para os recortes de jornais. Luís adora todos os jogadores do clube da Luz, mas não é assim tão fã do treinador Jorge Jesus: «É chato. Está sempre aos gritos!» Luís Menoito pediu um presente ao Pai Natal. 

É só o que lhe falta: ir ao Estádio da Luz ver um jogo do Benfica pela primeira vez. Quem sabe se 2012 não será o ano em que (alguém) o vai ajudar a concretizar este sonho... 

Fonte: Jornal A Bola

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Mercado e mercados - João Gobern


Li há pouco tempo uma biografia em que a infortunada protagonista defende algo como isto: mais vale comprar bom, porque se usa e porque dura, do que apostar no barato, que acaba no armário, sem utilidade, só a ocupar espaço. Claro que as compras seriam outras, como os tempos. Mas recordo-me deste princípio quando os clubes de futebol portugueses se aprestam para nova fase de aquisições, sem poderem garantir que estas correspondem a efetivos reforços. As razões são múltiplas e percorrem todo o espetro que vai de uma conjuntura recessiva à escassez de boa matéria-prima a preços acessíveis. 


Chega a ser assustadora a pressão dos adeptos para que se avance em direção ao mercado – o FC Porto precisa de um homem de área, matador feito, o Benfica necessita de um ativo na lateral-esquerda, o Sporting busca quem possa comandar, até pela experiência, o centro da defesa. Resta saber se o equilíbrio precário dos orçamentos não se estilhaça com este movimento, sobretudo num momento em que, resultados desportivos à parte (sendo aí o FC Porto mais penalizado depois de hipotecar a receita estimada com a Champions e precisando de uma repetição de nível na Liga Europa para minorar o descalabro), é inevitável que as receitas baixem, até pela austeridade que se abate pelos pagantes dos bilhetes e das quotas. 


Agora vejamos: Iturbe, Alex Sandro, Danilo, Emídio Rafael, Enzo Pérez (se for resolvida a sua rábula de inadaptado), Luís Martins, David Simão, Ismailov, Jeffren, Rinaudo e Rodríguez podem assumir rapidamente o papel de mais-valias nos respetivos locais de trabalho. E há em cada um, para situações mais apertadas, um múltiplo e valoroso quadro de emprestados que, escrutinado a sério, talvez possa permitir um subsídio de qualidade às respetivas disponibilidades. Felizmente, Luís Filipe Vieira e Godinho Lopes já iniciaram a abordagem pedagógica à questão, deixando perceber que, no máximo, haverá escolhas cirúrgicas. Não sendo Pinto da Costa um adepto das mexidas a meio da temporada, talvez o maior problema dos grandes venha a ser a batalha para guardarem as respetivas estrelas – e João Moutinho, Gaitán ou Rui Patrício andam por aí nas bocas do mundo… Pior é a situação de quem, mesmo avisado de que o abismo está um passo adiante, teima em avançar sem precaução. Quando ouço falar de “ajustamentos de plantel” ou de compras mais específicas para clubes que já respiram com dificuldade, fico com a ideia de que há uns apressados barões do futebol que vivem numa bolha, cada vez mais distante da realidade. Por favor: esqueçam o mercado e ouçam a linguagem cruel dos mercados, que não têm problemas em classificar como lixo até o que parece luxo. Já agora: Bom Natal a todos. Oxalá.


João Gobern in Jornal Record

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Nolito é precioso



TIRO E QUEDA

É um jogador fascinante, intenso nas ações em que participa, talentoso na condução da bola e suficientemente frio para, chegado ao momento da verdade, decidir com a serenidade de um monge tibetano e a pontaria de um pistoleiro quase infalível. Nolito conserva ainda o gene competitivo que traz da infância, aguçado pelo temperamento indomável de quem se agarrou à bola para evitar a derrota social a que parecia condenado nas ruas pobres de Sanlúcar de Barrameda, no sul de Espanha.

Quando chegou ao Benfica, no início da época, transportava motivação e confiança inabaláveis. Assente em qualidade técnica e atrevimento, Nolito foi surpreendente na rápida adaptação às ideias de Jorge Jesus e no modo como acrescentou soluções ofensivas jogando em constantes diagonais da esquerda para o meio. Podemos acusá-lo de não ter uma ampla visão do jogo; que só progride em movimentos individuais ou sucessivas tabelas curtas com as quais vai ganhando terreno; mas faz tudo em velocidade, com precisão e sempre focado na baliza contrária. Não há outro como ele na Liga portuguesa.
Com o tempo foi perdendo espaço mas continua a sustentar a ideia de que tê-lo como suplente é daqueles luxos só ao alcance das grandes equipas. Nolito, que acredita nele próprio até à insolência, é precioso em qualquer circunstância: quando sai do banco agita as águas (como frente ao Marítimo); se entra de início é o primeiro a reclamar protagonismo (como se viu com o Rio Ave). O estilo eletrizante que utiliza para abordar os adversários e seguir viagem sempre com destino definido é uma das suas imagens de marca. Pode ser deselegante na corrida e pouco ortodoxo em determinados gestos técnicos mas, em menos de meia temporada, assinou 10 golos. Não é perfeito? Não, mas é um grande jogador.


Rui Dias in Jornal Record

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A Tradição do Natal



Lagartus Assobiantis...


Não há Tradição como a do NATAL!

Maxi Pereira: "Nunca passou pela minha cabeça sair"




Através do pagamento de 2,7 milhões de euros, o Benfica conseguiu finalmente comprar a totalidade do passe de Maxi Pereira e selar definitivamente a renovação do contrato do lateral-direito, concluindo um processo que há mais de dois meses se arrastava entre o clube e Paco Casal.

A notícia foi avançada em primeira mão por Luís Filipe Vieira durante um almoço na Casa do Benfica em Évora referindo que "Maxi representa os Valores do Benfica"

Ao fim da tarde, através da Benfica TV, o próprio Maxi Pereira deixava também transparecer a sua alegria pela continuidade no clube que o projectou para o mundo do futebol - apesar das boas exibições na selecção, nomeadamente no último Mundial:

"Esta renovação é uma sensação única, até porque quando assinei, pensava que me ia embora ao fim de cinco anos", disse ao ver reconhecido, materialmente, o esforço que despendeu nestas quatro temporadas e meia. "Sinto-me muito feliz aqui, e a minha família também já está adaptada", acrescentou, deixando entender que a sua vontade nunca foi outra e que se o processo de renegociação se arrastou tanto, a responsabilidade nunca foi sua.

 Entrevista a Maxi Pereira AQUI 




sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Sorteio Liga dos Campeões



O sorteio da prova milionária está marcado para as 11h em Lisboa.

Nesta segunda fase da Liga Europa, os 12 vencedores dos respectivos grupos e os quatro terceiros classificados provenientes da Champions com melhor ranking na UEFA, vão jogar com as 12 equipas que ficaram no segundo posto e os restantes quatro terceiros classificados da Liga dos Campeões (clubes do mesmo país ou que se tenham encontrado na fase de grupos não jogam entre si). 

As primeiras 16 equipas disputam a segunda partida em casa. Os encontros da primeira “mão” realizam-se a 16 de Fevereiro e os segundos jogos a 23 do mesmo mês.


Para o Benfica, o Milan é a possibilidade que deixará mais reservas. Os restantes candidatos não tirarão tanto o sono aos “encarnados”, mas nenhum será menosprezável, nomeadamente o Zenit, que relegou o FC Porto para a Liga Europa. Nápoles, CSKA, Lyon, Marselha e Leverkusen são os outros potenciais adversários.

Outra prerrogativa dos primeiros classificados na fase anterior é a de jogarem o segundo jogo da eliminatória em casa, o que poderá representar uma vantagem teórica. As partidas da primeira “mão” estão agendadas para os dias 14-15 e 21-22 de Fevereiro, disputando-se o segundo encontro a 6-7 e 13-14 de Março. O sorteio para os quartos-de-final está agendado para o dia 16 de Março

Clubes apurados para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões
 
Cabeças-de-série
 
Bayern Munique (Alemanha)
Inter Milão (Itália)
Benfica (Portugal
Real Madrid (Espanha)
Chelsea (Inglaterra)
Arsenal (Inglaterra)
APOEL FC (Chipre)
Barcelona (Espanha)
 
Pote 2
Nápoles (Itália)
CSKA Moscovo (Rússia)
Basileia (Suíça)
Olympique Lyon (França)
Bayer Leverkusen (Alemanha)
Olympique Marselha (França)
Zenit S. Petersburg (Rússia)
Milan (Itália)

Clubes apurados para os 16 avos-de-final da Liga Europa
Cabeças-de-série
 
Standard Liège (Bélgica).
PSV Eindhoven (Holanda).
Sporting (Portugal).
Athletic Bilbau (Espanha).
Metalist Kharkiv (Ucrânia).
Schalke 04 (Alemanha).
FC Twente (Holanda).
Atlético de Madrid (Espanha).
Besiktas (Turquia).
Anderlecht (Bélgica).
PAOK (Grécia).
Club Brugge (Bélgica).
Valência (Espanha) *.
Olympiacos (Grécia) *.
Manchester City (Inglaterra) *.
Manchester United (Inglaterra) *.

Pote 2
Hannover (Alemanha).
Lazio (Itália).
Stoke (Inglaterra).
Salzburgo (Áustria).
Lokomotiv Moscovo (Rússia).
Wisla (Polónia).
Legia Varsóvia (Polónia).
Steaua (Roménia).
Rubin Kazan (Rússia).
AZ Alkmaar (Holanda).
Sporting de Braga (Portugal).
Udinese (Itália).
FC Porto (Portugal) *.
Plzen (República Checa) *.
Trabzonspor (Turquia) *.
Ajax (Holanda) *.

* Provenientes da Liga dos Campeões.


Fonte: Público.pt

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Matic nas Melhores Fotos Desportivas de 2011


CARREGA MATIC!

El serbio del Benfica Nemanja Matic (izq.) y Benjamin Huggel del Basilea hacen una demostración de juego rudo durante un encuentro de Liga de Campeones del grupo C en el estadio Luz del Benfica en Lisboa. Foto: AP / Francisco Seco



Todas as Fotos AQUI






.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

«Isto sim, é o Porto»


«A equipa está mais estável. Isto sim, é o Porto»

«O Marítimo tem algumas baixas importantes (ndr. no meio-campo) mas sabemos que, quem entrar, também vai dar o seu máximo, sobretudo por ser um jogo contra o F.C. Porto» 

Djalma


Alguém empresta um meio-campo ao Marítimo
para jogar com o FCP sff?







.







.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Sorte de cão


Sorte de cão numa noite sem faro para o Golo


"Todas esbarraram ou acabaram nas luvas de Malafeev, o único capaz de resistir à avalanche portista, que já então justificava o balançar das redes. Nessa altura, já o afortunado imitador de cães se transformara, por livre e espontânea vontade (ou, quem sabe, por instinto), num mero defesa, que recuperava representações caninas na forma frequente com que cheirava a bola e corria atrás dos calcanhares do adversário."  

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Sorteio EURO 2012


O desabafo do dia...


Liedson e o título: 

"Luto por isto há muito"

"Estou a lutar há muito tempo por um título desta grandeza.Para mim, vai ter um sabor diferente por ser o primeiro depois de tantos anos em busca deste título." 

 

 

Também Pode Gostar

Blog Widget by LinkWithin