terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O assunto do dia: ENSITEL




Ensitel "compra" guerra nas redes sociais


E, de um momento para o outro, a blogosfera, aliada ao Twitter e ao Facebook, ganha novo assunto de debate... e uma empresa fica a saber, da pior maneira, qual o verdadeiro poder das redes sociais...

O assunto mais twitado do momento tem um nome muito simples: Ensitel. Tudo começou em 2009, com uma consumidora queixosa que tentou por diversas vezes trocar um equipamento que, tudo indica, vinha com defeito, dentro dos prazos legais de entrega. Seguir-se-ia uma autêntica "luta" pela reparação, troca do equipamento ou devolução do dinheiro, luta essa que só terminou num julgamento... ou não.

A "luta" foi reaberta abruptamente no dia 22 de Dezembro, quando a consumidora, autora do blogue Jonasnuts e bastante conhecida na blogosfera, recebeu uma nota de citação pessoal de parte da Ensitel, a exigir que apague os posts que colocou no blogue em que menciona a empresa.

A questão extrapolou o simples post e virou guerra no Twitter e no Facebook, onde a empresa é, agora, o assunto mais falado (da pior maneira). Senão vejamos os dados: #Ensitel foi a hashtag mais utilizada ontem à noite em Portugal e continua a liderar a lista de hashtags mais usadas nas últimas horas, de acordo com o TwitterPortugal. No Facebook, a página da marca foi inundada de comentários, que, conta quem viu, estão a ser apagados um a um.

Não se fala de outra coisa nas redes sociais, em Portugal. Há quem jure boicote à empresa, quem a acuse de tentar impedir a liberdade de expressão dos seus clientes e há até mesmo quem queira fazer manifestações à porta das lojas.

Em causa está, no fundo, a maneira como a empresa lidou com a situação, menosprezando o poder das redes sociais e tentando, a todo o custo, "silenciar" quem tinha uma opinião negativa. Resultado? Uma avalanche de comentários negativos na Internet... que já extrapola as redes sociais e tem, certamente, impacto no "mundo real". Uma lição que, porventura, muitas outras empresas terão de aprender ainda: não se deve desprezar o poder do cidadão comum, com um teclado e uma ligação à Internet....e "seguidores" nas redes sociais.



Fonte: Blogue Nós na Rede





Da Cegueira à Lucidez



“Benfica foi um justo campeão”


Jesualdo Ferreira in Record


Como a experiência lá fora lhe fez abrir os olhos...










.

Também Pode Gostar

Blog Widget by LinkWithin