sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Uma Imagem vale mais que dois mil e tal caracteres...



Sporting, 11 pontos; Javi Garcia, 12 pontos


"...Curiosamente, Saviola e Javi García foram as duas maiores vítimas benfiquistas no jogo de sábado passado, em Alvalade. Saviola sofre, por trás, uma carga de Adrien capaz de cortar uma árvore pela raiz. E Javi García levou uma cabeçada do chileno Matías que o fez jogar de cabeça ligada e, mesmo assim, sangrar o jogo todo, o que nunca o impediu de disputar cada lance como se estivesse com a cabeça novinha em folha.

Num dos últimos lances da partida, havendo lugar à marcação de um pontapé de canto contra o Sporting, lá avançou Javi García todo entrapado até à área adversária e entre a afición benfiquista não houve quem não se lembrasse do golo do espanhol contra a Naval 1.º de Maio, já em tempo de descontos.
Do mesmo se deve ter lembrado Pedro Proença. Mas um árbitro é, em primeiro lugar, um ser humano e em segundo lugar deve ser um humanista. Por isso mesmo, Proença não deixou que Javi Garcia se fizesse ao cabeceamento que, por certo seria vitorioso, e mandou-o para a linha lateral receber assistência. E foi assim que o jogo acabou empatada, pudera.

O Benfica saiu de Alvalade como entrou, com mais 11 pontos do que o seu velho rival. Javi García foi o grande vencedor da noite. Saiu com mais 12 pontos do que como entrou. Assim, não vale. Percebe-se que o Sporting de Braga o queira suspender imediatamente."

Excerto da Crónica de Leonor Pinhão in A Bola

Sem comentários:

Também Pode Gostar

Blog Widget by LinkWithin