quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Glorioso Ano 2010



Aproveito para desejar a todos um boa passagem de Ano e um Fantástico e Feliz ano 2010!

Muita Paz, Saúde e...

BENFICA CAMPEÃO...!


O Golo do Ano



A fechar o ano, aqui fica o fantástico golo de Cristiano Ronaldo, ainda ao serviço do Manchester United, apontado frente ao FC Porto na edição da época passada da Liga dos Campeões que foi eleito o melhor golo do ano 2009.



quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Pergunta Pertinente...



2010 será o dobro da emoção!



O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem.

Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e Clubes incomparáveis...

A força do BENFICA é isto...
e o combustível não é Petróleo...



terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Ultrapassar a Depressão...


Cartoon Ricardo Galvão


1 - Vá às Compras! Mesmo sem dinheiro é óptimo!

2 - Liberte-se de estigmas do passado...

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Como se diz na Sicília....



Buon compleanno!

 Parece que faz anos hoje...

Reparem no à vontade como lida com a "Fruta"

Por falar em fruta,... Onde estará a banana?...

As Prendas do Sporting




Para os lados de Alvalade, o Pai Natal está a brindar os adeptos com reforços de Inverno de "peso"...

sábado, 26 de dezembro de 2009

Um Engano Lamentável...!



Foi a imagem da noite de Natal e rapidamente percorreu o Mundo: uma mulher de VERMELHO, Susanna Maiolo, derrubou o PAPA Bento XVI quando este percorria o corredor central da Basílica de S. Pedro, em Roma, onde presidia à Missa do Galo.

A agressora, presa pela polícia do Vaticano, foi identificada e segundo um porta-voz da Igreja sofre de problemas mentais e "raciocínio instável"...

Está explicado a causa de se ter enganado no PAPA...

Crónicas Ricardo Araújo Pereira


Sim, mas quando é que o Benfica terá um verdadeiro teste?

A paragem no campeonato chega em boa altura. É óptimo que os críticos do Benfica possam ter uns dias para inventar novas razões pelas quais a equipa de Jorge Jesus não os impressiona. No princípio, foram os troféus da pré-época. Cada torneio ganho constituía uma nova vergonha para os benfiquistas. Era uma estupidez andar a ganhar títulos que não valiam nada. O primeiro milho é para os pardais e a pré-época não tem significado, o que veio a confirmar-se: o Benfica, que ganhou tudo, está nas ruas da amargura; o Sporting, que perdeu com toda a gente menos com o Cacém, pratica um futebol vistoso e vencedor. Depois, foram os reforços. Cada novo reforço embaraçava o Benfica. Suplentes do Real Madrid eram uma péssima escolha. Quem jogava bem, como toda a gente sabia, eram os suplentes do Manchester City e do Colón. Mais uma profecia cumprida: Saviola e Javi García deixam muito a desejar, enquanto as exibições de Caicedo e Prediger têm encantado adeptos do futebol em todos os estádios. A seguir, vieram as goleadas. Cada goleada era motivo de gozo. É estúpido golear. Cansa muito. Por exemplo, enquanto o Benfica se afadigou indo a Belém golear por 4-0, o Porto poupou energia empatando com o Belenenses em casa. Ao passo que o Sporting, ajuizadamente, geriu o esforço no empate com o Nacional, o Benfica desperdiçou músculo a golear o mesmo Nacional por 6-1. Estava à vista de todos que o Benfica andava a fazer as coisas mal feitas.


E foi assim que chegámos ao clássico do último domingo. O terceiro classificado da época passada, aliás bastante desfalcado, jogava contra o tetracampeão na máxima força. Finalmente, um verdadeiro teste. Os jogos anteriores, as goleadas, as boas exibições não tinham valor. Agora, sem vários titulares, é que estavam reunidas condições apropriadas para se ver que Benfica era este. E, na minha modesta opinião, viu-se. O jogo era tão fácil para o Porto que Jesualdo Ferreira tinha dito que o empate era um mau resultado. Por isso, apresentou-se na Luz claramente para ganhar, com um meio campo bem ofensivo, que incluía criativos tão fantasistas como um Guarín, um Meireles e um Fernando. Para mim, foi um déja vu. Estava no Estádio da Luz antigo quando Jesualdo Ferreira entrou em campo com os trincos Petit e Andrade para jogar contra o Gondomar. Desta vez, deve ter pensado que o Benfica estava ainda mais fraco que os gondomarenses, de modo que resolveu acrescentar mais um trinco ao jogo, não fosse o diabo tecê-las.

No entanto, Jesualdo não foi o único treinador defensivo da noite. É verdade que o Porto entrou em campo com três trincos, mas devemos ser justos e admitir que o Benfica passou o jogo todo com 3 centrais: Luisão, David Luiz e Falcao. Um exagero de Jorge Jesus. Pinto da Costa bem tinha agradecido aos olheiros do Benfica a contratação do Falcao pelo Porto (no fim do jogo, também fui ao gabinete de prospecção agradecer-lhes) e o rapaz, uma vez que foi descoberto pelos nossos olheiros, deve ter-se sentido na obrigação de jogar por nós.

Por isso, Hulk jogou sozinho no ataque com Rodriguez, o que não lhe fez confusão nenhuma. Na verdade, Hulk joga sempre sozinho, quer esteja acompanhado ou não. O Hulk da banda desenhada é conhecido por se irritar; este é conhecido por irritar os sócios do Porto. Como é evidente, gosto muito mais dos super-poderes deste. Quando, ainda na primeira parte, Hulk fez aquele remate à baliza que saiu pela linha lateral, comecei a fazer uma colecta na bancada onde tenho o cativo. O objectivo é pagarmos a cláusula de rescisão de 100 milhões mas para o obrigar a ficar no Porto. Em breve darei notícias.

Quanto a Rodriguez, observei atentamente o seu jogo e confesso que já não sei se ele não renovou pelo Benfica porque não quis ou porque foi dispensado. Mas, se um dia ele quiser voltar, por mim recebê-lo-ei no clube sem ressentimentos. Desde que seja para jogar na equipa de andebol.

A linha avançada do Porto, Falcao, Hulk e Rodriguez, era, portanto, constituída por um futebolista que jogou na nossa defesa, outro que jogou sozinho, e outro que jogou outra modalidade. Mas atenção: não quero com isto dizer que a equipa do Porto é má. Nada disso. O Porto tem bons jogadores. Estão é todos no Olhanense.

Quando, na final da Taça da Liga, Lucílio Baptista assinalou mal um penalty a favor do Benfica, foi à televisão assumir publicamente o erro. Desta vez, não assinalou um penalty que toda a gente viu – mas não compareceu nos telejornais. É normalíssimo: os erros contra o Benfica não são notícia. Se cada árbitro que erra contra o Benfica fosse ao telejornal, os noticiários duravam três horas.

Ricardo Araújo Pereira, 26 de Dezembro 2009 in Jornal A Bola 

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

A Todos um Bom Natal...!




Para todo o Universo Benfiquista em particular 
e a todos os leitores em geral



Votos de um 


 FELIZ NATAL...!






No Verdadeiro Teste....






Aqui estão as notas:







"Quem acreditaria que com Luís Filipe, Carlos Martins, Felipe Menezes, Weldon, César Peixoto e Urreta o Benfica conseguiria ganhar de forma tão clara ao FC Porto? Ainda para mais, debaixo de um dilúvio e com Lucílio Baptista a correr atrás da bola de apito na boca e olhos fechados?

Com o esmorecer das exibições do Benfica e com a inédita enchente da enfermaria, os adeptos do FC Porto chegaram à Luz esperançados e a equipa deixou-se contagiar. Nos primeiros minutos, Hulk e companhia ainda tentaram atacar, mas nunca o conseguiram.

Porquê? Acho que se chama David Luiz, é meio tresloucado e tem uns caracóis que os avançados se habituaram a ver de perto, segundos antes de perderem a bola. Contra o FC Porto, ainda fez a assistência para o golo.

No final do jogo, a estatística da Sport TV não deixava dúvidas: 16 remates do Benfica contra apenas seis do Porto. A equipa nortenha, raramente conseguiu mais que três passes seguidos e só aos 61' Álvaro Pereira deixou que Quim se voltasse a mostrar a Queiroz. Deu para Urreta brincar com Fucile, deu para Rodriguez fazer um penálti e mais uma vez escapar à expulsão - é impressão minha ou fica sempre nervoso na Luz? - e ainda para o espadaúdo Saviola mostrar porque a ida de Falcão para o Porto foi o melhor negócio da pré-temporada benfiquista.

Ontem, pela primeira vez esta época, fiquei convencido que a equipa de Jesus tem o que é preciso para ser campeã. Mais que estrelas capazes de golear pequenas equipas, os encarnados mostraram vontade de ganhar - coisa que lhes faltou, por exemplo, em Alvalade - e capacidade de sacrifício para ultrapassar as dificuldades da relva, do árbitro e de um adversário habituado a ganhar.

Fico com uma dúvida: o que teria acontecido se a relva estivesse seca e o Benfica não tivesse meia equipa no estaleiro?"

Filipe Fernandes in Expresso

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Então era isso...!



 ...chegar ao Natal e o Fóculporto a 4 pontos do

GLORIOSO...!

Juju também foi à Vacina


Eu avisei...

O banho táctico que Jorge Jesus deu a Jesualdo foi tal que antes que saísse de lá com uma Gripe H1N0 (altamente contagiosa no ninha das águias) foi feita a devida profilaxia...

PS:Devido ao elevado nº de casos que têm surgido nesta época, tal como a Direcção Geral de Saúde o fez, vou deixar de informar quando novos treinadores voltarem a apanhar a "Vacina"...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

O Presente de Jesus...


Benfica 1 - FC Porto 0 (Golo e Capas dos Jornais)









Apesar de todas as contrariedades desde o último jogo...

Jogámos como uma verdadeira equipa,
com uma humildade e entrega fantástica...

GANHÁMOS COM RAÇA DE CAMPEÃO!

Mais 3 pontos rumo ao TÍTULO!





Relato do GOLO!

domingo, 20 de dezembro de 2009

"E Pluribus Unum"




BENFICA - PORTO
20:15

Apesar de todas as contrariedades,

Saibamos pois responder com alma e espírito de campeão...

Na Catedral, 64.000 espectadores serão o 12º Jogador!





"Os nossos adeptos fazem a diferença.
Precisamos de um apoio condicional e apaixonado, como é característico deles."
Jorge Jesus

sábado, 19 de dezembro de 2009

Já estão a engolir o que disseram...




BENFICA 78 - PORTO 72

«Vai ser um fim-de-semana muito difícil para o Benfica com duas derrotas...»

Mariano González, futebolista do FC Porto, e Nuno Marçal, jogador de basquetebol dos dragões, afirmaram segunda-feira que o Benfica sairia derrotado dos jogos nas duas modalidades com o FC Porto....

Hoje foi o aperitivo...

Amanhã será a sobremesa?

Crónicas Ricardo Araújo Pereira



Espero que o pai de Lucílio não precise de aconselhamento matrimonial

CREIO que anotei correctamente a sequência dos acontecimentos: primeiro, Michel Platini disse, referindo-se ao FC Porto, que não queria batoteiros a jogar na Liga dos Campeões. Depois, o país de Michel Platini apurou-se para o Mundial de futebol na África do Sul, em 2010, jogando a bola com a mão. A seguir, o mesmo Michel Platini disse que o FC Porto afinal não era batoteiro. Não há nada como beneficiar de uma ilegalidade para o nosso conceito de batota sofrer uma interessante transformação. Quem antes era batoteiro passa a ser cá dos nossos.

NA última jornada antes do Benfica-Porto, o árbitro do Olhanense-Benfica mostrou 13 cartões. Para o Porto-Setúbal foi nomeado Pedro Henriques, o árbitro que só mostra vermelho se houver um homicídio em campo. Por essa e outras razões, o Porto chega ao clássico a 100%, enquanto o Benfica se apresenta bastante desfalcado. Posto isto, que resultado esperar? Depende: se o pai de Lucílio Baptista não necessitar de aconselhamento matrimonial, um Benfica desfalcado ganha facilmente a um Porto em pleno. Vamos esperar que os problemas que afectavam o pai de Augusto Duarte não se estendam a outras famílias.

O leitor já contribuiu para a campanha do David Luiz? É a grande campanha deste Natal, não sei se sabe. Todos os comentadores afectos ao Sporting e ao Porto estão a participar. Parece que há, na Liga Sagres, um central que pode fazer todas as faltas que quiser e praticar jogo violento à sua vontade sem nunca ser expulso. Isto, já sabíamos todos. O que não sabíamos é que não se trata de Bruno Alves. Eles estão a falar do David Luiz. Bruno Alves já deu cotoveladas em queixos, cabeçadas em testas, pisou costelas, esmagou testículos e pontapeou cabeças. Mas o David Luiz, no outro dia, puxou uma camisola e o árbitro não viu. Quem não se indignaria?

O leitor, sempre ingénuo, perguntará: mas o facto de David Luiz não ser um jogador violento não deveria ser suficiente para que não fosse sensato dizer que ele é um jogador violento? Não necessariamente. Recordo que o Cardozo levou dois jogos de castigo por, no túnel de Braga, ter cometido actos que as imagens provam claramente não terem sido cometidos. Do mesmo modo, no entender dos apreciadores de Bruno Alves, David Luiz é bruto. Na opinião dos admiradores de Adrien, que anda há semanas a tentar fracturar o perónio aos adversários, David Luiz é caceteiro. Mal comparado, é como ser apreciador da Cicciolina e dizer que a Madonna é um bocadinho galdéria.

Por Ricardo Araújo Pereira, 19 de Dezembro in A Bola

Gatinhos benfiquistas...




O Joãozinho chegou à escola e comentou com a professora:
- Nasceram 4 gatinhos ontem, ainda estão com os olhos fechados e são os
4 do FC Porto... 
A Professora muito contente convidou o Pinto da Costa a vir à escola.
- Òh João conta ao Senhor o que me contaste no outro dia - pediu a
professora.
- Tenho 4 gatinhos, dois são do Porto e dois do Benfica
- Mas João! - replicou a professora - Não foi isso que me contaste no
outro dia!
- Pois não - respondeu o menino - mas dois gatos já abriram os olhos!


sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Troca de Galhardetes


Curioso o Sorteio da Liga Europa:

Everton (Inglaterra) - Sporting 

Se houve depressão devido à pré-época do Benfica,  ela vai continuar na Liga Europa...



 
Hertha Berlim (Alemanha) - Benfica

Teoricamente um dos mais acessíveis, conta com  seis pontos em 16 jogos (1V-3E-12D) e o último lugar destacado no campeonato alemão. Quebrou uma série de maus resultados com uma vitória sobre o Sporting...


Boa Sorte para as 2 equipas Portuguesas...

Di Maria e o golo de letra: «Só uso o pé direito para andar...»


HenriCartoon

Di Maria e o golo de letra:
Vamos soletrar:

Pura Magia de Angelito...





Resumo Benfica 2 - AEK 1

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Benfica - AEK Já a pensar no Clássico...



BENFICA - AEK
20:05
SIC

"Este é um jogo que tem 2 factores importantes. O primeiro é que chegamos a esta altura, antes do jogo com o FC Porto, sem precisar de vencer o AEK para conseguir o apuramento.
Quando calendarizámos a Liga Europa arriscámos que já não precisávamos do último encontro e foi o que aconteceu."                Jorge Jesus
                                                                                         

OK, chega  de "arriscar" e vamos lá colocar o rolo compressor a funcionar novamente...para brindar os adeptos com 2 vitórias tangenciais como contra a Académica...




quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Logotipo EURO 2012 é Português...



A UEFA, apresentou esta segunda-feira em Kiev o logotipo do Euro'2012, com a organização conjunta da Ucrânia e da Polónia.
Este foi criado por Hélder Pombinho, da agência Portuguesa Brandia Central.

O símbolo é composto por três flores: a central representa o futebol e as laterais os dois países anfitriões.
Na cerimónia foi ainda revelado o slogan do próximo Campeonato da Europa:
'A fazer história juntos'.
A UEFA anunciou também que a final do Euro'2012 acontecerá em Kiev, enquanto Varsóvia acolhe a inauguração do torneio.






segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Tiger Woods sempre disse a verdade...



Apesar das transgressões recentes, Tiger Woods nunca mentiu à mulher: sempre que ela perguntava onde ia, ele respondia:  «dar uma tacada».

A Lucidez de Jesualdo Ferreira



 


Bravo Professor!
Não nos estás a dar novidade nenhuma...

Crónicas Ricardo Araújo Pereira

Da precariedade de um 4-0


AS goleadas são como o Natal: goleada também é quando um homem quiser. O futebol acaba de ganhar um novo interesse.
Já podíamos discutir se certo jogador era melhor do que outro, ou se determinada equipa jogava um futebol mais bonito que as demais. Mas, quanto aos números, não costumava haver dúvidas.
Aquele aborrecimento de serem exactos prejudicava uma boa conversa. Quatro golos, não sei se se lembram, eram quatro golos. E um 4-0, antigamente, era uma goleada. Mas agora, se o treinador da Académica não quiser, não é. Esta é, creio, a grande diferença entre Mourinho e este novo Mourinho (se não me falham as contas, Vilas-Boas é o 17º novo Mourinho): Mourinho dificilmente leva goleadas; o novo Mourinho leva, mas não admite que foi goleado. É quase igual.
Na verdade, era previsível.
Quando o Benfica goleava, era evidente que não continuaria a golear.
Como continuou a golear, as goleadas deixaram de ser goleadas. O que interessa acima de tudo é que o Benfica não goleie, mesmo quando goleia. Com este resultado escasso, o Benfica acabou por ganhar por um tangencial 4-0.

Se o Cardozo não tivesse marcado o último golo, suponho que teríamos empatado por 3-0. Ainda tivemos sorte.
Foi pena, porque estava tudo a compor-se. Houve um ou dois jogos em que o Benfica não esmagou.
Era o momento pelo qual há tanto se esperava. A máquina de golos tinha emperrado. O ataque demolidor já não demolia. O rolo compressor estava avariado. E os benfiquistas tinham falado antes do tempo. Eu, confesso, fui um deles.
Disse: o Benfica dá muitas goleadas. E porquê? Só porque o Benfica dava muitas goleadas. Fanatismos, já se sabe. Quando um benfiquista constata que o Benfica goleia, fala antes do tempo. Quando os outros prevêem o fim das goleadas e elas continuam a ocorrer, são gente sensata. Aproveito esta oportunidade para admitir que falei antes do tempo. Antes do tempo em que os 4-0 deixaram de ser goleadas, claro.

NA semana em que o antigo treinador do Sporting foi castigado por críticas à arbitragem, o actual treinador do Sporting só teve motivos para a elogiar. A Liga sabe fazer pedagogia. Há mais irregularidades naquele segundo golo marcado ao Setúbal do que no resto da jornada toda. Por outro lado, se é verdade que a bola esteve fora do terreno, convém não esquecer o tipo de relvado em que os jogadores do Sporting estão acostumados a jogar. Temos de compreender que, para eles, jogar fora do campo seja mais atraente.
Não é batota, são saudades da relva. 

Por Ricardo Araújo Pereira, edição 12 de Dezembro 2009 - Jornal "A Bola"

domingo, 13 de dezembro de 2009

Que bela caçada Boby!



"Vai Boby, vai buscar 2 pontos"...

2 pontos
Di Maria
Jábio Coentrão
Ramires...

 Como é bom ter "animais" assim em todo lado...!


Pela segunda vez este ano, ao visitar os Clubes Satélites do Giorgio di Bufa, o Benfica encontrou um "Cenário de Guerrilha", com os jogadores do Olhanense a demonstrar uma infinita motivação e desmesurada agressividade competitiva (gritante a diferença aquando da visita do FCP à 7ª Jornada) aproveitando todas as situações para arranjar discussões e confusões...

Foi com esta teia montada que o Benfica começou a dar tiros nos seus próprios pés... juntando a desconcentração à infantilidade, quando deu por ela, já tinha sofrido 2 golos de bola parada e  Di Maria expulso...

Estávamos todos tão preocupados com o amarelo de David Luiz, mas  Artur Soares Dias mostrou que existem vários caminhos para ir a Roma e começou por nos dar um rebuçado (expulsão de Djalmir) para depois nos tirar dois (Di Maria e Coentrão) jogadores para o próximo clássico.

E como um mal nunca vem só, a lesão de Ramires deixa-nos perante uma situação bastante debilitada em vésperas daquele que era um jogo tão aguardado por todos nós...

É tempo de limpar armas e partir para o próximo jogo com toda a confiança, pois apesar de todos estes condicionalismos a Catedral estará cheia e como disse recentemente Javi Garcia, "com estes adeptos é como se estivéssemos a jogar com 12..."












Valeu-nos o Nuno Gomes...



Olhanense 2 - Benfica 2
E mais não digo de cabeça "Quente"...

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

O Maior do Mundo




São sete os clubes míticos no Mundo. São clubes que têm, nos seus países, dimensão nacional e não matriz regional. Têm mais de 10 milhões de adeptos espalhados pelos cinco continentes. E quais são esses clubes?

São o BENFICA, o Real Madrid, o M. United, a Juventus, o Bayern Munique, o Flamengo e o Boca Juniores.


Este fim-de-semana, não assisti ao triunfo categórico do meu Benfica sobre a Académica. E porquê? Porque, no Rio de Janeiro, tive o irrepetível privilégio de assistir, também em pleno Maracanã, à reconquista do campeonato brasileiro pelo Flamengo, ao cabo de 17 anos de jejum.


O que há de semelhante no Flamengo e no Benfica? Dois clubes míticos à escala planetária? Até chega, mas não é só isso. É a mística, é a componente popular, é a assunção dos valores nacionais, é realmente uma religião. Mais a garra, mais a festa, mais a alegria, a coreografia, os cânticos alegres, muito ritmo, muitas mulheres bonitas e uma resistência física inigualável. Ninguém parou de cantar e dançar, desde duas horas antes até ao apoteótico final do jogo! Realmente não há no Mundo claques iguais no apoio às suas equipas. Tenho a certeza que neste aspecto o próximo Mundial'2014 vai ter sucesso garantido.


Na Cidade Maravilhosa associei-me às comemorações protagonizadas por milhões de entusiastas. A loucura tomou conta da cidade. A atmosfera era contagiante. E qual foi o pensamento que mais vezes me ocorreu? O gigantesco arraial que projecto, em Portugal, lá para o mês de maio. O arraial do Benfica campeão.


Seara Cardoso in Record




Vestido de Amarelo para Amarelar David Luiz




Mais um árbitro do Porto...

Porto C em Olhão novamente "NA MÁXIMA FORÇA"

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Este Homem merece um lugar Vitalício na Luz



Clicar para ampliar

Eis uma das maiores demonstrações públicas de Benfiquismo que há memória.

Um Benfiquista que não admitiu ter o seu dinheiro, 1€ que seja, numa instituição financeira, neste caso o BCP, que emite obrigações duma organização cuja idoneidade é duvidosa como o FCP, SAD.

Exorto a Comunidade Benfiquista a fazer o mesmo, e que faça chegar esta mensagem a todos os Benfiquistas e porque não ao Nosso Presidente.


A Homenagem que desde já lhe poderemos fazer é
comentar este acto nobre deste GRANDE BENFIQUISTA!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Filme rodado no Estádio da Luz


Ser Benfiquista no ESPN: Reportagem Imperdível!




Deliciem-se com uma das melhores reportagens de sempre onde se tenta explicar o que não tem explicação:

Ter Paixão pelo Benfica!

O porquê de Ser Benfiquista, a sua irracionalidade, o ter na Alma a Chama Imensa!

Aqui está também a razão pela qual Ricardo Araújo Pereira não gosta nada da expressão "Fanático pelo Benfica"...

Um pequeno resumo:



A reportagem pode ser vista na totalidade no link abaixo indicado:


(do minuto 35 para a frente é arrepiante!!!)

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Golos com o “hac-trick” de Cardozo


HenriCartoon


Benfica 4 - Académica 0

Flamengo: O Rio a seus Pés




17 anos depois

Flamengo é hexacampeão do Brasil

85.000 no Maracana,

33 milhões no Brasil

fizeram a festa 


 Parabéns FLAMENGO,
És o BENFICA do Brasil... 



Manuel Fernandes: «Segundo golo foi para os 'Apanhados'»


Se ele disse isto, deve ser para postar aqui
nos Apanhados Quânticos... 



Isto já tem "dedo" de Carvalhal...
E com este golo o Sporting  "Apanhou" o Cardozo com 14 golos!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Um golo de se lhe tirar o Chapéu



Chapéus há muitos, mas este só está ao alcance de predestinados...







"Maxi chega ali às esquinas da área e larga a bola para a frente; Saviola recebe-a, um toque económico de pé esquerdo, ajeitando e avançando de uma só vez. Como um grande poeta da simplicidade, uma palavrinha e dois belos sentidos. E agora, silêncio, por favor, amigos. Silêncio, que se vai dançar o tango. Um tango minimalista, só coração e dedos dos pés. Javier Saviola, nosso pequeno deus argentino, faz a chuteira entrar e sair debaixo da bola e esta, zás, muda-se em chapéu, folha seca, obra-prima..."

 Crónica de Jacinto Lucas Pires

Villas Boas foi ao "Castigo"



Benfica 4 - Académica 0


Praxe Académica, "Castigo"...
ou será a Vacina da nova Estirpe da Gripe das Aves (H4N0)...?


Olhem quem está na fila... 


sábado, 5 de dezembro de 2009

Mo(nu)mento Alto do Sorteio Mundial 2010


HenriCartoon

O ensaio geral para o sorteio do Mundial ficou marcado por um momento insólito de Charlize Theron. O sorteio decorria normalmente e a actriz ia dizendo o nome das selecções que saíam nas bolas. Até aqui nada de novo. Na última bola, que curiosamente foi a da França, Charlize gritou: «Irlanda»...


A piada não agradou a todos e logo ao lado da actriz, vencedora de um Óscar em 2004, estava o secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke, que mostrou algum desconforto. No fim, e quando confrontado pela agência de notícias alemã DPA, o dirigente tratou de desdramatizar a questão. «Foi apenas uma piada», disse.


Certa continua a polémica em torno do apuramento da França...que parece estar a ensombrar o Mundial. Até Charlize Theron deu uma ajuda à polémica, com embaraços pelo meio...

Crónicas Ricardo Araújo Pereira



Um Histórico, convincente e esmagador empate
No sábado passado, o Sporting fez o sexto jogo consecutivo sem ganhar para o campeonato, empatou em casa com um concorrente directo, manteve os 13 pontos de desvantagem para o primeiro dos candidatos ao título e acabou a jornada em sexto, ex aequo com o sétimo, o Rio Ave. Sob que ponto de vista é que o empate com o Benfica pode ser considerado um bom resultado? Só um: se a equipa da casa não for candidata ao título. Para quem luta pela manutenção ou pela Europa, um pontinho em casa contra o Benfica é excelente. O leitor, sempre maldoso, poderá observar: como podem os adeptos do Sporting, que ainda há pouco assinalavam, com superioridade gozona, que os benfiquistas andavam eufóricos por causa de meia dúzia de goleadas, ficar agora ainda mais eufóricos com um empate?




Bom, cada um esbanja euforia no que pode. E gostos não se discutem: quem gosta de goleadas, vibra com goleadas; quem gosta de empates, deleita-se com empates. Como sabemos todos, desde os encontros do ano passado com Barcelona e Bayern de Munique os sportinguistas ficaram com a capacidade de apreciar goleadas ligeiramente abalada. Mas os empates mantiveram, para eles, o encanto que indiscutivelmente têm. Ainda no início desta época os vimos celebrar um empate contra o Twente. É importante não esquecer que a última grande vitória histórica do Sporting foi uma derrota em casa do AZ Alkmaar. Recordemos, por fim, que estamos a falar de um clube que chama herói ao lateral direito do Olhanense. À luz destes factos, creio que a alegria sportinguista é mais fácil de compreender.


Trata-se de uma alegria que é, aliás, tocante. Quem dera ao resto dos portugueses a inclinação que os sportinguistas têm para a felicidade. Eles, tal como o país, também estão em crise. Também não têm dinheiro. Têm um treinador que é mais um dos milhares de portugueses que enfrentam o flagelo do trabalho precário e dos contratos a termo certo, e sabe que, dentro de seis meses, estará no desemprego. No meio de tudo isto, no entanto, riem-se. Só eles sabem de quê.

Estou, claro, a exagerar. Há motivos de esperança. Desde o dia 21 de Setembro que o Sporting evidencia dificuldades para ganhar a equipas compostas por futebolistas. Mas, contra pescadores, normalmente não dão hipóteses. No campeonato da Docapesca, o Sporting seria um dos mais sérios candidatos ao título. E, no meio da tormenta, os jogadores mantêm o espírito de equipa: ainda esta semana Liedson disse que tinha dificuldades em jogar neste modelo e estava disposto a sair do onze para dar lugar a colegas que façam melhor do que ele. Estava a referir-se a Saleiro, Caicedo e Postiga. Além de ser uma magnífica piada, é dos mais belos actos de companheirismo que já vi. Mostra aos outros avançados que confia neles, e revela a todos os cépticos que Carvalhal é um treinador que consegue, num mês, o que Paulo Bento levou anos a fazer: incompatibilizar os jogadores com a sua táctica.

Por Ricardo Araújo Pereira, edição 05 de Dezembro 2009 - Jornal "
A Bola"

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Portugal no grupo "Mata-Mata"




A expressão "pior era impossível" encaixa na perfeição.


O sorteio da fase final do Campeonato do Mundo de futebol colocou a selecção portuguesa no Grupo G e ditou como rivais da equipa treinada por Carlos Queiroz o Brasil, a Coreia do Norte e a Costa do Marfim.


Portugal jogará nos estádios de Durban, Cidade do Cabo e Porth Elizabeth. O primeiro encontro da selecção disputar-se-á em Port Elizabeth, frente à Costa do Marfim, dia 15 de Junho, às 16h locais (menos uma em Portugal nessa altura do ano). O segundo jogo do grupo será contra a Coreia do Norte, na Cidade do Cabo, dia 21, às 13h30 (locais). O terceiro terá como opositor o Brasil, dia 25 de Junho, às 16h (locais), em Durban.


E como um azar nunca vem só, se passar aos oitavos-de-final, Portugal irá cruzar-se com o grupo da Espanha...



Também Pode Gostar

Blog Widget by LinkWithin